Imagem Ilustrativa
_

Resenhas

Édipo: o complexo do qual nenhuma criança escapa, JZE, 153 pp., 2007

01/05/2007 - Juan-David Nasio

Édipo é a 14ª obra de Juan-David Nasio traduzida para o português. Psicanalista e docente por mais de três décadas na Sorbonne, nos brinda, como não poderia deixar de ser, com seu estilo aventureiro por entre os desfiladeiros psicanalíticos. Ao adentrar à sexualidade infantil do menino e da menina, articula-a à adolescência e à fase adulta, sem perder de vista o papel visceral da civilização no exercício do desejo. Fantasias, prazer, castração, amor, sexo e angústia são conceitos largamente trabalhados ao longo da obra. Registrando o Édipo aos 4 anos de idade, procura desmistificar e ao mesmo tempo esclarecer o papel da sexualidade na criança, suas conquistas, perdas e temores: “nessa idade, a criança já fez a experiência de perder os objetos vitais: bebê, perdeu o seio materno que considerava uma parte de si próprio; em seguida fez a experiência de renunciar à mamadeira e se separar de seu primeiro ‘paninho’; mais tarde, a experiência de defecar e constatar que seu ‘cocô’ separa-se dele; fez também a experiência de perder o status de filho-rei com o nascimento de um irmãozinho ou irmãzinha; e, finalmente, talvez já tenha chorado a morte de um parente”. Portanto, ao contrário do que pais e familiares insistem em repetir que “uma criança é só uma criança”, Nasio reafirma a grande intensidade emocional que é vivida desde muito cedo. As fases edípicas (pré-edipiana e sua resolução) são estudadas de forma separadas segundo a lógica do menino e da menina, isso porque os caminhos tomados são distintos, bem como suas soluções. Assim, responde o autor que o Édipo fala de duas questões: “como se forma a identidade sexual de um homem e de uma mulher e como uma pessoa torna-se neurótica”. Trata-se de uma leitura muito bem estruturada e até esquemática, chegando às raias da didática, recheada de excertos de Freud e Lacan.

 

Sumário

 

1 O Édipo do menino

2 O Édipo da menina

3 Perguntas e respostas sobre o Édipo

4 O Édipo é a causa das neuroses ordinárias e mórbidas do homem e da mulher

5 Arquipélago do Édipo

6 Excertos das obras de Freud e Lacan sobre o Édipo, precedidos de nossos comentários

Seleta bibliográfica sobre o Édipo

 

 

< voltar